notícias

Verbas federais para Globo crescem 170% em 2017

Verbas federais para Globo crescem 170% em 2017

12

agosto

Enquanto hospitais, escolas técnicas, universidades, centros de pesquisa fecham as portas, por falta de recursos, e o governo suspende a bolsa de mais de 100 mil estudantes e pesquisadores vinculados ao CNPQ, o golpe de Estado de 2016, organizado pela Globo, pelas castas judiciais e pela Lava Jato está lhes rendendo rios de dinheiro. Há poucas semanas, o Conselho Federal do Ministério Público decidiu triplicar as verbas destinadas às passagens e diárias de hotel dos procuradores responsáveis pela Lava Jato, que passarão de R$ 522 mil este ano para R$ 1,64 milhão em 2018. A turma do Dallagnol e Sergio Moro está ficando milionária de tanta passagem, diárias e cachês de palestra. Os salários de todos os procuradores, ainda segundo o Conselho, deverá aumentar em 16%, na contramão da queda brutal da renda do restos dos trabalhadores brasileiros. Tudo isso depois da Lava Jato provocar o desemprego de mais de quatro milhões de trabalhadores, e quebrar grandes empresas que geravam impostos e constituíam o núcleo mais sofisticado, globalizado e geopoliticamente estratégico da indústria brasileira. Em julho do ano passado, o presidente Michel Temer sancionou o aumento de mais de 40% no salário dos servidores do judiciário. (Atualização: um amigo que trabalha no judiciário me alertou para o fato de que os servidores não chegaram a receber este aumento todo, porque houve parcelamento e o que aconteceu foi apenas reposição salarial: os privilégios são todos concentrados nos juízes, cujos "penduricalhos" estão cada vez maiores). Os juízes, todavia, não estão satisfeitos, e pediram para a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovar outro aumento, de 41%, para 2018. E agora, o Cafezinho divulga, em mais uma reportagem exclusiva, que os recursos da Secom federal destinados à Globo cresceram mais de 170%, na comparação entre Jan/Jun 2017 com o mesmo período de 2015. O percentual da Globo no total das verbas da Secom em 2017 já está em 46%. Em 2015, ela foi de 22% e já havia crescido para 29% em 2016. Alguém ainda acredita que a Globo quer "derrubar" Temer? Ou já entendeu que é tudo um teatro ? Quem manda no Brasil, hoje, são dois poderes: a Globo e o poder judiciário. Os políticos têm de obedecer rigorosamente as diretrizes emanadas desses dois centros de poder, senão quiserem ser perseguidos pela mídia e pelos juízes. A primeira mensagem enviada pelo Jornal O Globo a seus assinantes, hoje, foi a seguinte: "Governo tem pressa para aprovar a reforma da previdência". Na verdade, foi uma ordem. Observação: a matéria é exclusiva apenas porque a imprensa não se interessa por esses números, já que eles são públicos e estão abertos para todo mundo conferir. O Fernando Rodrigues, ex-UOL e hoje Poder 360, quando os analisa, o faz apenas para conferir se tem alguma mídia alternativa que ganha um centavo. Outra coisa: como os pagamentos de julho ainda não foram computados, em sua maioria, eu optei fazer algumas comparações usando o período janeiro/junho. Mas deixei também, na tabela, os números de julho.  Com informações Dpto de Jornalismo - GUARITA AM/ Fonte:   O Cafezinho