notícias

Requião: próximo presidente não deve ser escolhido pelo Judiciário

Requião: próximo presidente não deve ser escolhido pelo Judiciário

05

janeiro

Do Blog do Esmael - O senador Roberto Requião (PMDB-PR), em mensagem de Ano Novo publicada nas redes sociais, advertiu que o próximo presidente República não pode ser escolhido por uma pequena parte do Ministério Público nem por alguns juízes. “Tem que ser escolhido pelo voto direito do povo brasileiro.” “A linha de corte é assegurar democraticamente a candidatura do Lula. À margem de chicanas judiciais inaceitáveis”, disse ao pedir união nacional para renovar o Congresso Nacional e o executivo nas eleições deste ano. O parlamentar dirigiu a mensagem em formato de manifesto ao Brasil e ao Paraná, estado pelo qual foi eleito, denunciando que a intenção do atual governo é destruir o estado social. Segundo Requião, Michel Temer garantiu sua vontade em 2017 comprando votos no Congresso Nacional. “Tudo festejado pela imprensa”, indignou-se. No vídeo (assista abaixo), o senador convocou os brasileiros de boa-fé a irem dia 24 de janeiro a Porto Alegre, no julgamento de Lula, para garantir a democracia e eleições livres no país.