notícias

Ponte do Guaíba: justiça celebra mais 43 acordos de desapropriação; total chega a 259

Ponte do Guaíba: justiça celebra mais 43 acordos de desapropriação; total chega a 259

07

dezembro

A 26ª Vara Federal de Porto Alegre encerrou, hoje, o terceiro mutirão de conciliação envolvendo as ações de desapropriação para construção da segunda ponte do Guaíba. Hoje, foram celebrados 43 acordos, enquanto 12 processos foram redesignados para outra data. Nos três mutirões realizados, 301 processos foram pautados para as rodadas de negociação. Desses, 38 foram redesignados para outra data. As famílias moradoras da Ilha dos Marinheiros puderam tratar com os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e escolher entre três opções ofertadas: indenização, compra assistida ou empreendimento imobiliário. As tratativas realizadas resultaram em 259 acordos celebrados, até o momento. Mais um mutirão ocorre na primeira semana de dezembro. A estimativa do Dnit é fechar acordo com pelo menos 300 famílias, até o fim do ano, para que a obra avance nas regiões dos bairros Humaitá e Arquipélago. Até o momento, foram concluídos cerca de 75% da estrutura da ponte. Sem a realocação das famílias cadastradas em 2014, a obra só pode avançar até 90%. Ao todo, já foram investidos cerca de R$ 464 milhões no empreendimento. As obras começaram em outubro de 2014 e, por falta de recursos, chegaram a parar. O Dnit projeta entregar a construção no segundo semestre de 2019. O custo total da ponte é estimado em aproximadamente R$ 750 milhões.