notícias

Perondi sobre acusações a Temer: “Vai ser um tiro no pé da oposição”

Perondi sobre acusações a Temer: “Vai ser um tiro no pé da oposição”

19

maio

  Deputado peemedebista descarta a possibilidade de renúncia e perda do mandato pelo presidente   Em entrevista à Rádio Guaíba, o vice-líder do governo na Câmara, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), disse que as acusações ao presidente Michel Temer (PMDB) são uma resposta da oposição ao bom andamento do governo. Perondi disse que o país saiu da recessão e que Michel Temer “vem crescendo” como presidente. Ele ainda acusou o ex-presidente Lula (PT) de ter ligação com a empresa de Joesley e Wesley Batista, a JBS. “Eu acho que o Lula deve ser sócio oculto da JBS”, disse. “A repetição seguida de que Temer tinha dado o aval foi desmontada pelo áudio”, afirmou o peemedebista que descartou completamente as hipóteses de renúncia ou de impeachment de Michel Temer. Para ele, a renúncia foi uma imaginação da imprensa. “Vai ser um tiro no pé da oposição que está juntando 500 mil pessoas, que são gatos pingados”, declarou o deputado ao se referir às manifestações que acontecem nesta quinta-feira em todo o Brasil. “Ele fica mais energizado e estimulado quando ele é cobrado. Ele cresce no desafio. É surpreendente!”, comentou o deputado sobre Temer. Perondi não quis responder ao questionamento sobre se há comparação entre o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a possibilidade da queda de Temer.   Com informações Dpto de Jornalismo - GUARITA AM Fonte:  Portal Agência Brasil