notícias

Em guerra com Bolsonaro, Globo demite mais de 100 funcionários

Em guerra com Bolsonaro, Globo demite mais de 100 funcionários

08

novembro

Em guerra com Bolsonaro, Globo demite mais de 100 funcionários Cortes atingiram equipes de entretenimento e das áreas de produção, transporte e figurino e ocorrem em meio à queda de braço travada entre a Rede Globo e Jair Bolsonaro no caso do assassinato de Marielle Franco Mais de cem funcionários foram demitidos na última quarta-feira (6) pela Rede Globo, de acordo com informações da Veja. Os cortes atingiram equipes de entretenimento e das áreas de produção, transporte e figurino. Travando uma queda de braço com Jair Bolsonaro após reportagem que evidencia a proximidade entre os suspeitos de assassinar a vereadora Marielle Franco e a família Bolsonaro, a emissora afirmou que as demissões são apenas "ajustes" na busca por "eficiência e evolução".   De acordo com o site Na Telinha, a mudança no quadro de funcionários da Globo seria produto da fusão de empresas do grupo Globo. O corte no número de funcionários pode chegar a 20% na folha. A Rede Globo, recentenmente ameaçada por Jair Bolsonaro a não ter sua concessão renovada, afirmou em nota que não comenta questões internas e que as demissões são apenas "ajustes".  "Todas as grandes empresas modernas passam por processos na busca de eficiência e evolução constante. Nesse contexto, é natural que se façam ajustes. Na Globo não é diferente".