notícias

Complexo cultural deve beneficiar 50 mil pessoas no Extremo Sul da Capital

Complexo cultural deve beneficiar 50 mil pessoas no Extremo Sul da Capital

13

agosto

Complexo cultural deve beneficiar 50 mil pessoas no Extremo Sul da Capital Expectativa da Prefeitura é oferecer atividades culturais, esportivas e de formação para o mercado de trabalho O complexo esportivo e cultural Estação Cidadania da Restinga foi inaugurado, na tarde de hoje, no extremo Sul da Capital. O empreendimento vai beneficiar cerca de 50 mil pessoas da Restinga e imediações. O projeto entra no lugar dos Centros de Artes e Esportes Unificados (Ceus), com o objetivo de oferecer, em um mesmo local, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, serviços socioassistenciais e formação para o mercado de trabalho. Também estão previstas políticas de prevenção à violência e às drogas e de inclusão digital em áreas de alta vulnerabilidade social. O complexo conta com uma quadra coberta e dois prédios. Um deles abriga uma biblioteca, um telecentro e um cineteatro. Na outra edificação há uma sala multiuso e um espaço para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O prédio da frente foi grafitado pelo artista Moisés Tupinambá, o Motu. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, participou da inauguração do centro, que conta com verba federal. “Temos uma juventude que tem de estar ocupando, jogando, dançando, tocando, ocupando seu tempo que é a melhor maneira de desenvolver sua inteligência e prevenir uso de drogas”, disse. Sem especificar em quanto tempo, Terra prometeu ainda ampliar o local com pelo menos mais uma quadra poliesportiva. O investimento total, segundo o ministro, pode chegar a R$ 10 milhões. A obra foi realizada pela Prefeitura, com execução das secretarias de Desenvolvimento Social e Esporte, da Cultura e de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, por intermédio de convênio com o Ministério da Cidadania com um investimento total de R$ 2,02 milhões. O centro vai funcionar regularmente, de segunda a sexta, das 8h as 17h, e, aos fins de semana, abrir para atividades específicas. Samantha Klein/Rádio Guaíba Foto: Luciano Lanes / PMPA Com informações Dpto de Jornalismo - GUARITA AM/ Fonte: Portal Rádio Guaíba