notícias

China garante que não vai iniciar guerra comercial com os Estados Unidos

China garante que não vai iniciar guerra comercial com os Estados Unidos

11

março

  Anúncio foi feito neste domingo   O ministro do Comércio da China, Zhong Shan, afirmou hoje (11) que o país não iniciará uma guerra comercial com os Estados Unidos (EUA), mas ressaltou que seu governo defenderá os interesses nacionais contra as novas tarifas americanas sobre as importações de aço e alumínio. Em entrevista coletiva em Pequim, Zhang disse que não há vencedores nas guerras comerciais, mas apenas resultados desastrosos para todos os países. O ministro destacou, entretanto, que a China é capaz de enfrentar a medida imposta pelos EUA e defender seus interesses nacionais. Na última quinta-feira (8), o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma ordem para impor uma tarifa de 25% sobre as importações de aço e de 10% sobre de alumínio. A medida afetará todos os países que comercializam os produtos com os americanos, exceto México e Canadá. A China criticou com firmeza as novas tarifas. Para Pequim, a medida terá um “grande impacto” sobre o comércio internacional. Por esse motivo, o governo pediu que as sobretaxas sejam retiradas o mais rápido possível. A Associação do Ferro e do Aço da China pediu que as autoridades do país respondam às tarifas que, segundo a entidade, “violam as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC)”.